Rio Grande do Sul bate recorde na produção de azeite em 2022

Aumento já é de 122% na comparação com a produção do ano passado

Por |
Rio Grande do Sul bate recorde na produção de azeite em 2022
20deMaiode2022ás16:32

A produção de azeite no Rio Grande do Sul bateu recorde em 2022, com aumento de 122% em relação ao ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).

Segundo balanço divulgado ontem, dia 18, a industrialização de azeite gaúcho atingiu a marca de 448.580 litros, contra 202 mil litros do ano passado. Os números foram apresentados durante o “Olivas no Cais”, tradicional mostra do produto, que ocorre, no Cais Embarcadero, em Porto Alegre.

Para o secretário da pasta, Domingos Velho Lopes, o crescimento é consequência de maior produção de olivais que, graças ao uso de novas tecnologias, estão mais resistentes aos períodos de estiagem.  “A Secretaria da Agricultura está engajada no fomento destas cadeias novas para aumentar a diversidade de culturas que só engrandecem a produção do Rio Grande do Sul”, destacou.

Cadastro Olivícola 

Também durante o evento, também foram adiantados números do Cadastro Olivícola, atualizado pela Seapdr, que monitora a produção de olivicultura no Estado . Atualmente, são 321 produtores, de 108 municípios, em uma área plantada de 5.986 hectares.

Da área total, 3,4 mil hectares são produtivos, com oliveiras com idade de quatro anos ou mais. “Temos 17 fábricas/lagares em atividade no Estado hoje e 70 marcas de azeite”, destaca o coordenador do Programa Pró-Oliva na Seapdr, Paulo Lipp.

A maioria dos olivais está na Metade Sul do Rio Grande do Sul. Os principais municípios produtores são Encruzilhada do Sul, Canguçu, Pinheiro Machado, Bagé, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Viamão, São Gabriel, Santana do Livramento, Barra do Ribeiro, Sentinela do Sul e São Sepé.

Cargando...