Preços pagos a produtores gaúchos caem 8% em abril

Segundo a Farsul, foi a primeira vez que os valores baixaram no ano

Por |
Preços pagos a produtores gaúchos caem 8% em abril
27deMaiode2022ás09:54

Pela primeira vez em 2022, os preços recebidos pelos produtores registram queda. O mês de abril registrou uma redução de 8,09%, de acordo com o Índice de Inflação dos Preços Recebidos Pelos Produtores Rurais (IIPR), divulgado ontem (dia 26) pela Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul). 

A entrada da safra de grãos, a desvalorização do dólar e expectativas de safras divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) são fatores que justificam os preços do período, de acordo com a Farsul.

No acumulado em 12 meses, o IIPR registrou alta de 5,38%.

Margem de lucro é baixa

Para a Farsul, apesar de ainda manter alta anual, o Índice não acompanha a velocidade do aumento dos custos, estreitando as margens de lucro. Outra preocupação é com o fato de que crescimento do IIPR está bem abaixo do IPCA  (Indice de Preços ao Consumidor Amplo) Alimentos, que atingiu 13% no acumulado dos últimos 12 meses. Desta forma, entende a Farsul, o preço ao consumidor está em elevação mais acentuada do que o preço recebido pelo produtor. 

IICP em alta

Já os custos de produção apresentaram estabilidade e o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) fechou o mês com leve alta de 0,15%. Na análise  da Farsul, em 2022, a crise mundial no mercado de agroquímicos e fertilizantes - consequência do conflito Rússia à Ucrânia - encareceu o custo de produção, que chega a acumular alta de 41,15% nos últimos 12 meses.

Cargando...