Brasil busca fertilizantes na Jordânia, Egito e Marrocos

Liderada pelo ministro Marcos Montes, equipe brasileira do Mapa quer garantir fornecimento de adubo ao País

Por |
Brasil busca fertilizantes na Jordânia, Egito e Marrocos
06deMaiode2022ás10:13

Diante da escassez global de fertilizantes, como consequência do conflito Rússia-Ucrânia, o governo brasileiro segue buscando alternativas para manter o fornecimento no país, principalmente em 2023.

Ontem, 05/05, uma equipe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), liderada pelo ministro Marcos Montes, embarcou rumo à Jordânia, Egito e Marrocos com a missão de ampliar o fornecimento e os investimentos do Brasil, bem como reafirmar os mercados de destino de produtos nacionais.

O Marrocos é atualmente o segundo maior produtor mundial de fertilizantes fosfatados, responsável por cerca de 17 % da produção global. Em 2021, o Brasil importou mais de US$ 1,6 bilhão em fertilizantes do Marrocos. 

Já na Jordânia, o principal tema será o fornecimento de fertilizantes à base de potássio. E no Egito, o foco serão os nitrogenados. “Vamos aproveitar a viagem também para consolidar os nossos produtos agropecuários nesses três países, por isso, acredito que a viagem terá sucesso e voltaremos, se Deus quiser, com bons resultados”, disse o ministro, ao embarcar.  

Agenda

A Jordânia será o primeiro destino da equipe brasileira, com reuniões previstas para este sábado, dia 7/5, com diretorias de empresas produtoras de potássio, como a Arab Potash Company (APC), que produz mais de 2,4 milhões de toneladas por ano, e a Jordan Phosphate Mining Company (JPMC), com capacidade de produção superior a 7 milhões de toneladas por ano.

Também estão previstas reuniões do ministro Marcos Montes com o ministro da Agricultura da Jordânia, Khaled Musa Henefat, e com o ministro da Indústria, Comércio e Abastecimento, Youssef Al-Shamal. 

Na segunda-feira, 9/5, a delegação do Mapa chega ao Cairo, onde o ministro Marcos Montes irá se reunir com representantes dos ministérios de Agricultura e do Abastecimento. Também está prevista a realização do Fórum Brasil – Egito: Oportunidades no comércio bilateral, promovido pela Câmara de Comércio Árabe-Brasil. 

O Marrocos será o último dos três países a receber as autoridades brasileiras. Em seu território, além da agenda com autoridades locais, está agendada a visita à usina de Jorf Lasfar,  da Companhia Office Chérifien des Phosphates (OCP), atualmente a maior fornecedora de fertilizantes de fósforo para o Brasil.  O retorno é previsto para 14 de maio.

Cargando...