Exportação de suco de laranja cai 5,21% para 813,6 mil ton até abril

Apesar disso, de acordo com balanço da CitrusBR, China elevou compras em 50,89% no período

Por |
Exportação de suco de laranja cai 5,21% para 813,6 mil ton até abril
20deMaiode2022ás11:53

Os embarques de suco de laranja brasileiro (FCO) registraram redução de 5,21% nos dez primeiros meses do ano safra 2021/2022, de acordo com balanço da CitrusBR divulgado hoje (dia 20). 

O estudo é uma compilação do levantamento da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) e revela que, de julho de 2021 até abril deste ano, o volume de exportação fechou com um volume total de 813.696 toneladas embarcadas.

O número representa redução na comparação com o mesmo período a safra passada, quando foram exportadas 858.384 toneladas. Já em faturamento, as exportações brasileirasregistram alta de 5% na receita, somando US$ 1,330 bilhão no período (ante US$ 1,266 bilhão).

Os índices confirmam tendência divulgada em fevereiro pela CitrusBR da dificuldade do Brasil em atender à demanda internacional de suco de laranja, devido aos efeitos das secas e geadas que impactaram a produção de laranja safra 2021/22.

China aumentou compra 

A China foi o destino que mais cresceu em volume de compras, com aumento de embarques em 50,89%. Com isso, de julho a março, os chineses importaram 65.615 toneladas (na safra 2020/2021, o total de embarques foi de 43.486 toneladas).

O volume exportado é o maior das últimas dez safras. Já o faturamento acompanhou a alta e registrou crescimento de 53,64%, atingindo US$ 78 milhões ante os US$ 50,8 milhões da safra anterior.

A China ocupa a terceira colocação entre os principais embarques do suco de laranja do Brasil atualmente. A Europa continua a ser o principal mercado, com uma participação de 63,87%, seguida de Estados Unidos (19,92%).

Para a Europa, as exportações somaram, até abril, 518.013 toneladas, com redução de 5,36%. Em faturamento, os embarques somaram US$ 853,4 milhões, valor 3,85% maior em relação aos US$ 821,8 milhões registrados no mesmo período da safra passada.

Os embarque para os Estados Unidos seguem praticamente estáveis, com 161.534 toneladas de FCOJ Equivalente a 66º Brix, e uma redução de 0,40%  com a safra 2020/2021. Em receita, entretanto, o crescimento de 18,93%, com um total de US$ 285,7 milhões (no período anterior foi de US$ 240,3 milhões).

Estados Unidos têm queda no mercado interno

As vendas de suco de laranja também registraram queda, de acordo com dados da consultoria Nielsen. Em parcial do mês de abril, o recuo foi no varejo dos Estados Unidos  foi de 2,9%, na com o mesmo período de 2021.

Com isso, o saldo mês fechou em 117,4 milhões de litros nas últimas quatro semanas, encerradas em 23 de abril. Em receita, as vendas somaram US$ 233,97 milhões, registrando um recuo de 3,4%.

A comercialização de suco na categoria NFC atingiu a marca de 70,9 milhões de litros (18,73 galões), com queda de 4,6%. Na categoria, as receitas somaram US$ 143,26 milhões, e baixa de 3,4% na comparação com 2021.

Ainda de acordo com a Nielsen, a venda do suco FCOJ avanço em 1,6%, com volume de 38,49 milhões de litros (10,17 galões). O faturamento foi de US$ 75,02 milhões e queda de 3,1%.

Cargando...