Preço do boi gordo recua pelo segundo mês seguido

Sazonalidade e consumidores com baixo poder de compra explicam queda

Por |
Preço do boi gordo recua pelo segundo mês seguido
02deJunhode2022ás10:02

Os preços do boi gordo caíram pelo segundo mês consecutivo e fecharam o mês de maio com a arroba a R$ 321,40, segundo o indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Apenas em maio, a desvalorização foi de 4%, tendência que seguiu com nova queda de 2,12% no dia 1º de junho. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão veio do crescimento na oferta de boi, como típico neste período do ano.

Historicamente, quando as pastagens começam a se deteriorar, o pecuarista passa a disponibilizar os animais para abate, visando evitar gastos com suplementação. É a chamada sazonalidade.

Proteínas concorrentes

Além disso, a fraca demanda doméstica por carne também reforçou o movimento de queda nos preços do boi gordo. O poder de compra da população brasileira está fragilizado pela inflação.

Assim, os consumidores buscam proteínas mais baratas, como ovos e frango, em detrimento da carne bovina. A proteína bovina é favorita para o consumidor brasileiro, mas o preço do produto subiu 57,5% em exatos dois anos, saindo de R$ 204 para os atuais R$ 321,4.

Neste cenário, as vendas de carne no mercado atacadista estiveram tão lentas em maio, que a carcaça casada do boi se desvalorizou 6,3% no acumulado do mês. Trata-se da maior baixa no acumulado de um mês desde janeiro de 2020, quando a retração foi de 8,16%.

Cargando...