Inmet prevê nova frente fria e geadas no Sul do País

Queda na temperatura ocorrerá partir de sexta (dia 10) e atingirá também o Sudeste, Centro-Oeste e parte do Norte

Por |
Inmet prevê nova frente fria e geadas no Sul do País
07deJunhode2022ás09:27

A chegada de uma nova frente fria é prevista a partir de sexta-feira (dia 10) na regiões Sul e Sudeste do País, segundo alerta emitido ontem (dia 6) pelo Instituto Nacional de Metereologia (Inmet).

A passagem de uma massa de ar, de origem polar, intensificará o frio nas regiões, principalmente em áreas dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, quando as temperaturas mínimas ficarão abaixo de 0º C (zero grau).

Ainda de acordo com os metereologistas, haverá chance de geada ampla nos estados da Região Sul e também, porém com menor intensidade, m áreas de São Paulo e do Mato Grosso do Sul.

A previsão é o frio comece pelo Sul e que no sábado (dia 11) avance para os estados do Sudeste, além de cidades do interior do Brasil, com chances de evidenciar um novo episódio de friagem em áreas das regiões Centro-Oeste e Norte.

A partir de segunda-feira (13), os ventos associados ao anticiclone pós-frontal poderão transportar o ar frio até o Nordeste brasileiro, derrubando também as temperaturas em áreas do estado da Bahia.

Ainda nesse dia, há risco de geada em áreas do sudeste de Minas Gerais.

Chuvas em Junho

O Inmet também divulgou nesta segunda-feira (dia 6) o informativo meteorológico de junho com a previsão do tempo até o próximo dia 21.

Na estimativas do cálculo de chuva, até dia 13 de junho, os maiores acumulados são previstos para a faixa norte do país e estados da Região Sul.

Para a Região Norte, o volume previsto é entre 20 e 50 mm em grande parte do Amazonas, Pará e Acre. No noroeste do Amazonas, extremo norte do Pará e nos estados de Roraima e Amapá, os números poderão superar 100 mm.

Na Região Nordeste, são previstos volumes abaixo de 10 mm em praticamente toda a região, exceto no norte do Maranhão e na costa leste da região, que poderão chegar até 50mm.

Nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, a predominância de uma massa de ar seco durante a semana não irá favorecer a formação de nuvens de chuva, com exceção de áreas do sul do Mato Grosso do Sul e de São Paulo, além de áreas pontuais no Rio de Janeiro, com acumulados previstos de até 50 mm.

Já na Região Sul do país, a já citada passagem de uma frente fria no litoral potencializará a ocorrência de áreas de instabilidade em grande parte da região, com acumulados previstos entre 20 e 50 mm, com exceção do extremo sul do Rio Grande do Sul e leste do Paraná, onde os acumulados de chuva serão inferiores a 20 mm.

Em áreas do oeste do Rio Grande do Sul, sul do Paraná e norte catarinense, são previstas chuvas intensas acompanhadas de ventos, com volumes de chuva variando entre 50 e 100 mm. 

O Inmet prevê ainda que os volumes de chuva se mantenham (ou mesmo ampliem, em alguns regiões) entre os dias 14 e 21 de junho. 

 

Cargando...