Como o clima junino impactou os cultivos de verão/inverno?

Conab divulga boletim de junho com monitoramento do clima e efeitos nas cinco regiões brasileiras

Por |
Como o clima junino impactou os cultivos de verão/inverno?
27deJunhode2022ás13:44

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apresentou na última sexta (dia 24), análises das ações climáticas e impactos nas plantações pelo Brasil registradas na edição de junho do Boletim de Monitoramento Agrícola (BMA). 

O estudo, desenvolvido em parceria com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e o Grupo de Monitoramento Global da Agricultura (Glam), mostra que as primeiras semanas do mês registraram acumulados de chuva maiores nas regiões Norte e Sul, além das faixas leste e norte da região Nordeste.

Porém, o tempo seco predominou nas demais áreas do país, o que favoreceu a maturação e a colheita dos cultivos de segunda safra.

Ainda de acordo com a Conab, houve queda nas temperaturas em todo o Brasil, em razão da chegada do inverno, e ocorrência de geadas nos estados da região Sul e parte das regiões Sudeste e Centro-Oeste.  Mas sem danos significativos para os cultivos de segunda safra e inverno.

Restrições híbricas

O boletim informa que lavouras em estágios reprodutivos espalhadas pelos estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ficaram sob restrição hídrica nessas regiões por conta da baixa umidade do solo.

Por outro lado, registrou-se boa disponibilidade hídrica nas regiões Sul e parte sul dos estados de Minas Gerais e São Paulo, o que favoreceu o desenvolvimento dos cultivos de segunda e terceira safra e de inverno.

Já em algumas localidades da região Sul, e devido ao excedente hídrico, a semeadura dos cultivos de inverno precisou ser suspensa. 

Índices de Vegetação em queda

Com relação ao acompanhamento do índice de vegetação, a semeadura antecipada do milho segunda safra permitiu que as lavouras se desenvolvessem de forma similar ou melhor que as últimas safras na maioria das regiões monitoradas.

Atualmente, e devido à maturação das lavouras, o índice de vegetação está em queda nas principais regiões produtoras de milho segunda safra.

Assim, nas principais regiões produtoras de cultivos de inverno, predominam os baixos valores do índice de vegetação, demonstrando o início da semeadura. 

O boletim do clima pode ser acessado na íntegra no site da Conab.

Cargando...