Superoferta de batata derruba preço 17% em junho

Cenário deve ser semelhante em julho, segundo HF Brasil/Cepea

Por |
Crédito: banco Getty Images

Crédito: banco Getty Images

05deJulhode2022ás15:39

Com a oferta elevada, o preço da batata fechou junho com redução média de preço de 17,7%, de acordo com indicadores da equipe Hortifruti Brasil, do Centro de Estudos Elevados em Economia Aplicada (Cepea), da Universidade São Paulo (USP). 

Desta forma, no mês passado, o preço da batata lavada tipo ágata fechou a R$ 61,02/saca de 25 kg (ponderado pela classificação).

A queda está relacionada as condições climáticas favoráveis para as atividades no campo, principalmente a partir da segunda semana de junho. Com isso, foi possível a intensificar a colheita da safra das secas nas regiões do Sul de Minas (MG), Contenda (PR), Triângulo Mineiro (MG), Sudoeste Paulista (SP) e Cristalina (GO).

A oferta elevada no mercado, consequentemente, fez cair os valores de comercialização. 

Oferta segue em alta

Para julho, a expectativa é de uma oferta ainda mais elevada, uma vez que o pico de colheita da maioria das praças produtoras das secas ocorre neste mês. Além disso, no período, também se inicia também a temporada de inverno.

Ainda assim, e segundo dados da equipe HF Brasil, na semana passada (entre os dias 27 e 1º) as cotações médias da batata ficaram acima da média: com preços de R$ 66,22 (+3,18%) no atacado de São Paulo (SP), de e$ 66,81 (+13,89%) no do Rio de Janeiro (RJ) e de R$ 61,92 (+4,54%) em Belo Horizonte (MG). 

Segundo o Cepea, o ligeiro aumento foi por conta da oferta estável entre uma semana e outra.

Já no atacado carioca, a alta um pouco maior foi reflexo da menor quantidade de batatas de bom calibre, fato que, segundo atacadistas, elevou os valores de comercialização dos tubérculos dentro do padrão desejado pelo consumidor.

Apesar das altas, um incremento mais expressivo é esperado para a segunda quinzena do mês, baixando novamente os preços.

 

Cargando...