Clima: Inmet prevê mais chuva no Norte e menos no Sul

No Centro-Oeste e Sudeste, a predominância será de uma massa de ar seco durante a semana

Por |
(foto - Getty Image)

(foto - Getty Image)

18deJulhode2022ás16:33

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê maiores acumulados de chuvas no norte do Brasil, e menores acumulados em áreas da Região Sul e costa leste do Nordeste entre 18 e 25 de julho.

Para a Região Norte, são previstos acumulados de chuva entre 20 e 70 mm no norte do Amazonas, Roraima, Pará e Amapá. Além disso, o total de chuva pode ultrapassar os 80 mm em áreas do noroeste do Amazonas. Nos estados do Tocantins e Rondônia não são previstos acumulados de chuva e nas demais áreas, os acumulados de chuva previstos são inferiores a 10 mm.

Na Região Nordeste, não estão previstos volumes de chuva em grande parte da região. Entretanto, na costa leste o tempo segue instável, com acumulados previstos que podem superar 20 mm. No SEALBA os maiores acumulados de chuva são previstos em áreas do estado de Alagoas e Sergipe e com menor intensidade na costa leste da Bahia. Já na faixa norte da região, entre os estados do Maranhão, Piauí e Ceará, podem ocorrer pancadas de chuva de forma isolada.

Nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, a predominância de uma massa de ar seco durante a semana continuará desfavorecendo a formação de chuva em praticamente todos os estados da região. No litoral do Rio de Janeiro e São Paulo, poderá ocorrer chuvas fracas e em pontos isolados.

Para a Região Sul do país, a instabilidade pós frontal deixará o começo da semana com muitas nuvens e chuva entre os estados de Santa Catarina e Paraná, com acumulados previstos de até 30 mm. No fim de semana, a passagem de outro sistema frontal no estado do Rio Grande do Sul potencializará a formação de chuvas. Já nas demais áreas, não há previsão de chuva.

Cargando...