Agrofy arrecada US$ 30 milhões em nova rodada e se consolida como a principal “agfintech” da América Latina

A empresa argentina usará o dinheiro para expandir suas atividades no Brasil, multiplicar soluções transacionais e lançar créditos através da plataforma; equipe crescerá 30% nos próximos meses

Por
Agrofy arrecada US$ 30 milhões em nova rodada e se consolida como a principal “agfintech” da América Latina
11deJaneirode2022ás16:51

Há seis anos, a Agrofy passou a liderar a digitalização de todos os processos ligados à produção agropecuária, não só na Argentina, mas também na região, com forte foco na consolidação no mercado brasileiro. O trabalho valeu a pena e posicionou a plataforma não apenas como líder na América Latina, mas como uma das mais importantes do mundo dentro do universo “agrofintech”. Desde sua primeira série até hoje, a empresa já levantou mais de US$ 66 milhões em rodadas de investimento.

O último passo foi uma rodada em que levantou US$ 30 milhões (R$ 171,3 milhões), além de incluir a Yara Growth Ventures como investidora líder. O aporte será direcionado para o crescimento e consolidação de suas diferentes unidades de negócio: a plataforma de e-commerce de produtos para o agro, a carteira eletrônica Agrofy Pay e o próximo lançamento será a Agrofy Créditos.

“No contexto da pandemia, o agro aumentou o ritmo de seu processo de digitalização. Temos trabalhado nessa direção desde muito antes e capitalizamos esse fenômeno. Fechar esta nova rodada de investimento nos permite consolidar o produto transacional e a oferta de payments, o que nos dá a possibilidade para proporcionar uma melhor experiência de compra on-line ao cliente. Em um momento em que os investimentos não são abundantes, estamos muito satisfeitos em seguir avançando e, ao mesmo tempo, consolidar-nos cada vez mais no Brasil”, aponta Maximiliano Landrein, CEO e fundador da Agrofy.

“Isso nos dá a oportunidade de melhorar os produtos e começar a desenvolver novos em 2022, momento que focaremos no desenvolvimento de negócios para consolidar nossa proposta de valor como agfintech, por meio do crescimento dos serviços da Agrofy Pay e da incorporação da Agrofy Créditos, um serviço para qualificar os produtores e conceder créditos através da plataforma”, acrescenta Landrein. 

Investimentos

Vale ressaltar que esta é a quarta vez que a Agrofy recebe capital para acelerar sua expansão. No estágio “seed” (capital semente) levantou US$ 3 milhões; então, em março de 2018, somou US$ 9 milhões com a Série A; em novembro de 2019, US$ 24 milhões com a Série B; agora, US$ 30 milhões com a Série C.

Na ocasião, a Yara Venture Capital é o principal investidor, acompanhada por outros investidores privados e os atuais acionistas da Agrofy que acompanharam a rodada. São eles: Cresud, Bunge Ventures, Syngenta Ventures, Fall Line Capital, ACRE, SP Ventures, Glocal, BrasilAgro, Capria, Endeavor, Draper Cygnus e Lartirigoyen.

“Estou muito feliz por ter o apoio de um player como Yara Growth Ventures. Ter essa confiança, e dos outros investidores que nos acompanham nos últimos anos, é um grande sinal de que estamos no caminho certo para continuar crescendo como referência na digitalização do agro”, diz Alejandro Larosa, co-fundador e presidente da Agrofy.

“Uma das coisas que mais gostamos na Agrofy é o potencial que tem para a expansão futura”, afirma Erkki Aaltonen, diretor-presidente da Yara Growth Ventures. “Maximiliano e Alejandro têm trabalhado consistentemente em prol de uma estratégia para a empresa expandir geograficamente na América Latina e crescer com novas ofertas para atender seus clientes. A Yara Growth Ventures espera acelerar seu crescimento e fazer parte da jornada.”

“A Agrofy já liderava a transformação digital do agronegócio. Com o surgimento da pandemia, todo esse processo foi catalisado e a empresa se consolidou como líder absoluta no processo de digitalização da cadeia. Esta nova rodada de investimentos, que ultrapassou os R$ 30 milhões, contribuiu com os atuais sócios e liderada por um novo investidor como a Yara Growth Ventures, consolida a Agrofy como um dos maiores marketplaces do agro mundial”, explica Francisco Jardim, sócio geral da SP Ventures.

Líder

Vale ressaltar que, com cinco milhões de visitas mensais, a Agrofy é um dos mercados on-line exclusivos para os setores agro e agroindustrial do mundo. São mais de 5 mil marcas que oferecem seus produtos na Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Bolívia, Peru, Uruguai e Paraguai.

Mais empregos

Todo o trabalho é apoiado por uma equipe com 300 pessoas que, a partir desta rodada de investimentos, aumentará em 30% no prazo médio, principalmente de perfis ligados à tecnologia, para fortalecer a expansão da plataforma e seus serviços on-line. Um objetivo, por exemplo, é lançar oficialmente a Agrofy Pay no Brasil, no segundo semestre de 2022.

"O que nos diferencia de outras propostas de e-commerce para a agricultura é que não há nenhum que seja um marketplace puro como o nosso e que seja apoiado por uma equipe com DNA 100% digital e focado 24 horas por dia no setor agro”, diz Landrein.

Sobre

A Agrofy é o principal mercado on-line do agronegócio na América Latina, focada no aumento da produtividade e rentabilidade do agronegócio, por meio do incentivo às transações digitais. O marketplace conta com 20 categorias de produtos e serviços e disponibiliza aos produtores mais de 150 mil itens. As compras são rápidas e seguras para facilitar a vida do produtor rural. Está presente na Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Bolívia, Peru, Uruguai e Paraguai.

 

A Yara Growth Ventures é a equipe de investimento de risco da Yara International ASA. A equipe da Yara Growth Ventures investe em startups inovadoras na indústria agroalimentar globalmente, a fim de avançar na missão de alimentar o mundo de forma responsável e proteger o planeta. Saiba mais em www.yaragrowthventures.com.

Cargando...