Preços da soja e do milho recuam pela terceira semana seguida

Expectativa de aumento na oferta explica o movimento de queda

Por
Preços da soja e do milho recuam pela terceira semana seguida
04deAbrilde2022ás11:06

Os preços do milho e da soja caíram pela terceira semana seguida, de acordo com o indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq.

No caso do milho, as cotações chegaram a romper a marca dos R$ 100 e atingir R$ 103,90 pela saca de 60 kg em 14 de março e, na última sexta-feira (dia 1º de abril), fecharam a R$ 92,04. Isso significa uma queda de 11,5% em 19 dias. Os valores são tomados na praça de Campinas.

Segundo especialistas, algumas das razões são a pressão da oferta, que pode chegar a 124,18 milhões de toneladas no levantamento da consultoria Safras & Mercados. A produção na safra 21/22 deve chegar a 118,15 milhões, mais de 26 milhões de toneladas superior à temporada anterior.

Soja

A cotação da soja também caiu de R$ 204,36 em 14 de março para R$ 178,54 na última sexta-feira, dia 1º de abril. A variação negativa chegou a 12,7% e é explicada pela previsão de maior oferta da oleaginosa no mercado global pela USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), que superou a expectativa do mercado.

Os produtores estadunidenses semearam, pela primeira vez, mais oleaginosa que milho, com 91 milhões de hectares, a maior área já dedicada a esta cultura na história. Os valores do Cepea são tomados no Porto de Paranaguá.

Cargando...