Conab garante preços mínimos a borracha, maracujá, feijão caupi, banana, juta e cacau

Agricultor familiar tem até 9 de junho para usar o bônus de desconto

Por |
Conab garante preços mínimos a borracha, maracujá, feijão caupi, banana, juta e cacau
10deMaiode2022ás17:02

Foi publicada na edição de hoje, dia 10, do Diário Oficial da União, a lista dos produtos com bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF). A relação, que é mensal, refere-se à maio e tem validade até o dia 9 de junho.

A Companhia Nacional Abastecimento (Conab), ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), é o órgão responsável pela realização do cálculo do bônus. Ele é elaborado com base no valor médio de mercado e pode ser descontado dos financiamentos do Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf).

A novidade na lista do mês fica com a inclusão da borracha no Maranhão. Já o maior bônus concedido foi de 31,55%, para o maracujá, no Ceará; e o segundo maior foi concedido para o açaí (27,89%) no Acre, seguido do feijão caupi no Amapá, com 22,8%. Outros produtos da lista são: banana, que permanece o bônus para Alagoas e Pernambuco; e a juta/malva e o cacau, com bônus no Amazonas.

Vale lembrar que dois estados deixarão de bonificar: o Amapá, para o produto açaí, e o Maranhão, para o feijão caupi. O agricultor beneficiado pelo PGPAF pode utilizar o bônus como desconto nas parcelas de financiamento do Pronaf.

Cargando...