Mapa apreende 350 toneladas de fertilizantes no Porto de Paranaguá

Ação de fiscalização ocorreu em 21 estabelecimentos; objetivo foi monitorar a entrada de insumos no Brasil

Por |
Crédito da imagem: divulgação Mapa.

Crédito da imagem: divulgação Mapa.

11deJulhode2022ás10:04

O Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apreendeu 350 toneladas de fertilizantes após uma ação de fiscalização, encerrada na última sexta-feira (dia 8), no Porto de Paranaguá, no Paraná, que é o principal “ponto de entrada” do insumo no país.  

A operação, que foi elaborada com foco no atual cenário de alta nos preços e escassez de fertilizantes, por conta da guerra, teve como objetivo a fiscalização da importação de matérias-primas, do armazenamento e até da produção de fertilizantes minerais que entram no Brasil.

No total, a equipe de fiscalização percorreu 21 estabelecimentos e coletou 26 amostras de produtos para análises nos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária.

Além da apreensão cautelas dos fertilizantes, oito empresas foram embargadas devido a necessidade de adequações, sendo que três delas efetuaram as correções necessárias dentro do período da força-tarefa e já foram desembargadas.

Participaram da ação seis auditores fiscais federais agropecuários de três estados, com apoio de servidores técnicos e administrativos da Superintendência Federal da Agricultura (SFA-PR). 

Parceria Egito e Brasil visa ampliar fornecimento

Também na passada, as empresas egípcias Egyptian Financial & Industrial Co. (EFIC) e Suez Company For Fertilizers Production (SCFP) assinaram um contrato para comercialização de seus fertilizantes no mercado brasileiro através da empresa Prime Importação e Exportação.

A  expansão das companhias, com foco especial no mercado brasileiro, é parte do plano de desenvolvimento do governo egípcio para ampliar o volume de terras agrícolas cultivadas nos próximos anos e atingir até 70% de participação no fornecimento mundial de fertilizantes fosfatados.

A assinatura ocorreu durante o Fórum Econômico Brasil & Países Árabe e o contrato já estar em vigor.

 

Cargando...