O auxílio da agricultura de precisão em épocas de conflitos e custos nas alturas

A guerra na Ucrânia acende um sinal de alerta na produção rural e afetará menos quem já estiver alinhado com tecnologias de agricultura de precisão. *Por Fábio Moitinho

Por |
O auxílio da agricultura de precisão em épocas de conflitos e custos nas alturas
20deAbrilde2022ás09:19

A guerra na Ucrânia trouxe um novo desafio para a produção agrícola no mundo, não só pelo país do leste europeu ter uma representatividade no balanço de oferta de grãos, como o trigo e a soja, mas também por mexer significativamente na oferta de fertilizantes e combustível, em função da Rússia.

Negociar com a Rússia nunca foi uma tarefa fácil, imagine agora, em pleno conflito, e com as atenções do mundo voltadas contra os russos. A situação está muito delicada.

O fato é que o conflito só vem adicionar mais peso ao fardo dos custos de produção que vinham em escala crescente desde o início da pandemia, por conta da alta do dólar, encarecendo insumos importados, como os fertilizantes. A frustração da safra brasileira de soja eleva também essa conta, e agora a alta dos combustíveis está fazendo com que a produção nacional fique cada vez mais cara.

Apesar de um cenário incerto e de desafios pela frente, há uma classe de produtores que pode estar sentindo menos os reflexos de todo esse cenário: os agricultores que estão em linha com um sistema de agricultura de precisão, que fazem com que a produção se mantenha firme e forte com o uso racional de recursos, como água, adubo, pesticidas e combustíveis.

A revolução da agricultura digital vem promovendo um conhecimento mais apurado sobre as condições de solo, por exemplo. E isso leva a uma consequente radiografia dos solos de inúmeras propriedades. Com a foto dessa radiografia, o produtor sabe exatamente qual talhão de terra precisa ser adubado, garantindo a eficiência no uso de um insumo tão caro como os fertilizantes.

Isso significa também uma utilização mais precisa das máquinas, o que leva também à economia do combustível. As tecnologias que tinham um papel importante na otimização dos insumos, melhoria de margens de lucro das propriedades, agora também têm um poder imprescindível num momento como esse no mundo, garantindo que a produção de alimentos não pare, mesmo diante de um temor bélico inimaginável.

A agricultura digital já é uma realidade e está cada vez mais acessível, com ajuda de sensores, dispositivos ligados às máquinas agrícolas, aplicativos de celular e uma rede computacional inteligente que reúne todas essas informações, além de dados do clima, umidade de solo, e até informações de mercado para melhor definir o momento de plantar e colher.

E aí, você já faz parte do grupo de produtores que estão nessa nova era digital do campo? Se não, saiba que os benefícios podem ser exponenciais, como diz o jargão de empreendedores do agro digital. É uma revolução que não tem mais volta.

 

Cargando...