Conheça 9 novidades da Embrapa para produtores de soja em 2022

Lançamentos foram apresentados no IX Congresso Brasileiro de Soja (CBSoja) e no Mercosoja 2022

Por |
Conheça 9 novidades da Embrapa para produtores de soja em 2022
18deMaiode2022ás10:43

O “pacote” de lançamentos da Embrapa para o mês de maio quando o assunto é soja está recheado de novidades, trazendo:  três sistemas de tecnologias, cinco publicações e o lançamento da rede de pesquisa para produção sustentável da soja (com base na fitossanidade). Confira:

Software Afere

Como o nome sugere, o software promete organizar informações com o objetivo de melhorar a eficiência sobre o manejo da fertilidade do solo e adubação das plantas. Tudo através da plataforma on-line chamada Avaliação da Fertilidade do Solo e Recomendação da Adubação (AFERE). O sistema, por enquanto, tem disponibilizado apenas o primeiro módulo, destinado ao cálculo do balanço da adubação. A ideia é ter mais direcionamento no manejo com reposição ou restituição de nutrientes em sistemas de produção de soja.  

ZARC-SOJA 2022  

Desenvolvido em parceria pela Embrapa, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Banco Central do Brasil (BCB), o sistema de Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) tem novos parâmetros em 2022. Agora, são seis – e não três - as classes de água disponível no solo. O novo patamar considera maior composição textural dos distintos solos brasileiros. O Zarc busca para minimizar riscos com variações climáticas e para ampliar a produção de soja e a renda no campo. 

BioAS Paraná 

O BioAs é a recente tecnologia da Embrapa Soja para análises do solo com foco no Paraná. Lançada em julho de 2020, ela consiste na agregação de enzimas para análises químicas. Isso porque, de acordo com a Embrapa, as enzimas são sensíveis que indicadores químicos e físicos, e antecipam alterações na saúde do solo, em função de seu uso e manejo. A tecnologia BioAS também envolve o cálculo de Índices de Qualidade de Solo (IQ/S), com base nas propriedades químicas e biológicas em conjunto (IQSFERTBIO) e separadamente (IQSBiológico e IQSQuímico). 

Bioinsumos na soja

 O uso de bioestimulantes, biorreguladores, agentes biológicos de controle, bioprotetores, biofertilizantes e inoculantes no Brasil inspirou a Embrapa para lançamento da publicação "Bioinsumos na cultura da soja". O livro, de acesso gratuito, nas versões digital e impressa, compila conhecimentos técnicos sobre  produtos, processos e tecnologias no contexto de produção sustentável.

 Trichoderma e controle biológico na sojicultura

 O uso de Trichoderma no manejo sustentável de doenças na sojicultura é alternativa para redução das grandes quantidades de agroquímicos no controle de microrganismos fitopatogênicos. E é disso que trata o livro “Trichoderma: Uso en la agricultura”, versão da obra originalmente lançada em espanhol, com atualizações da Embrapa. Uma novidade é que o livro amplia a divulgação de resultados brasileiros para a América Latina.

Soja do Plantio à colheita 

O  livro "Soja: do plantio à colheita" é fruto de parceria com a Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"  (ESALQ) e reúne especialistas de diversas instituições para um debate sobre importância econômica da soja e características do cultivo.  

Ecofisiologia e altas produtividades 

Desta vez, a parceria da Embrapa foi com a equipe do FieldCrops, grupo de pesquisa da Universidade Federal de Santa Maria (RS) e o resultado é a segunda edição do livro Ecofisiologia da Soja. A recente versão foca nas altas produtividades, a partir de um compilado de 13 anos de pesquisa, e atualiza o mercado sobre parâmetros eco fisiológicos da soja, considerando ambientes e práticas de manejo específicas para cada região brasileira.

Fixação Biológica do Nitrogênio 

O livro "Pesquisas, Avanços e Futuro: O crescimento da Fixação Biológica do Nitrogênio (FBN)", de Solon Cordeiro de Araujo, está entre as novidades da Embrapa. A publicação é uma parceria com a Associação dos Produtores e Importadores de Inoculantes (ANPII) e apresenta um panorama evolutivo da FBN, do mercado de inoculantes do Brasil até avanços recentes.

Rede Fitossanidade Tropical

Para encerrar a lista, temos a recém criada Rede Fitossanidade Tropical. O objetivo é enfrentar os problemas fitossanitários do Brasil a partir do compartilhamento de notícias e pesquisas na área, com foco em três especialidades: entomologia, fitopatologia e herbologia. A rede também se destina a busca maior aproximação entre setor privado e entre pesquisadores, ampliando a captação financeira dos projetos científicos.

 

 

Cargando...