Dia Mundial do Chocolate: vamos falar sobre cacau?

Brasil está entre os 10 países do mundo que mais produzem a matéria-prima

Por |
Crédito da imagem: Unsplash.

Crédito da imagem: Unsplash.

07deJulhode2022ás14:45

Já que hoje (dia 7) é Dia Mundial do Chocolate nada mais justo do que valorizar a produção de cacau nacional, não é mesmo? 

Afinal, sua amêndoa é a principal matéria-prima para doce, certamente uns dos mais consumidos em todo o mundo.

Dados levantados pela startup Logcomex Exportações, e divulgados ontem, apontam que, entre janeiro e maio de 2022, o Brasil atingiu US$ 78 milhões com exportações de cacau.

A maioria dos produtores está na Bahia, principalmente na cidade de Ilhéus, em que a produção de cacau é a base da economia local.

No ano passado, o Estado produziu mais de 140 mil toneladas de amêndoa de cacau, um aumento de 40% em relação a 2020.

Este ano, cerca de 75 mil toneladas saíram das plantações baianas – que é responsável por 98% das exportações nacionais.

São Paulo ocupa a vice-liderança do ranking, com o fornecimento de uma tonelada. e o Pará, que está entre as regiões mais promissoras, completa o “pódio” com 685 toneladas. 

Ainda segundo a Logcomex, os principais destinos do cacau brasileiro foram Argentina, Estados Unidos, Chile e Países Baixos. 

Potencial brasileiro na indústria do cacau

O Brasil está entre os 10 maiores produtores de cacau, com potencial para ampliar a produção e a exportação, segundo a Logcomex.

A startup lembra que um dos impulsionadores desse cenário é o reconhecimento, em 2019, da Organização Internacional do Cacau (ICCO),  do Brasil como país exportador de cacau 100% fino e de aroma, que possui alto valor agregado. 

Vale lembrar que o processo brasileiro de produção do cacau para exportação é a granel (ou “Bulk”), com baixo valor agregado e se dá da seguinte forma: plantio, colheita, fermentação, secagem, armazenamento, limpeza e torragem. 

Cenário mundial

Por conta da crise provocada pela COVID-19, o consumo de chocolate caiu a nível mundial. No Brasil a queda foi percebida tanto nas importações (9,6% no primeiro semestre de 2021) como nas exportações (35,3% no primeiro semestre de 2021). 

Os principais exportadores de cacau são Gana, Costa do Marfim e Holanda (Países Baixos).

Cargando...