Produção paulista de milho deve aumentar de 73,6%, diz Conab

Alta ocorre na comparação com o ciclo anterior: expectativa é atingir 2,48 milhões de toneladas

Por |
Crédito da imagem: Getty Images.

Crédito da imagem: Getty Images.

08deJulhode2022ás16:20

Apesar das condições climáticas adversas nos últimos meses, a produção paulista de milho deve aumentar 73,6% em relação ao ciclo anterior, segundo a Companha Nacional de Abastecimento (Conab).

Com isso, a  previsão para a segunda safra é alcançar 2,48 milhões de toneladas. Os dados constam no 10° Levantamento da Safra de Grãos divulgados ontem (dia 7).

O aumento expressivo da produção de São Paulo deve-se à recuperação das lavouras em relação ao resultado da safra 2020/2021, que ficou bem abaixo, com a marca 1,42 milhões de toneladas produzidas.

As boas condições climáticas ocorridas durante o desenvolvimento das lavouras impulsionaram a boa produtividade em um primeiro momento. Todavia, a redução drástica das precipitações entre fevereiro e abril prejudicou o potencial produtivo do milho.

Segundo análises, as áreas de sequeiro sofreram com a estiagem, mas o retorno das chuvas em meados de maio beneficiou o desenvolvimento vegetativo e o saldo positivo no final.

Safra de amendoim também tem previsão de alta

Outro destaque na produção paulista é o amendoim, que deve chegar em 692,7 mil toneladas do grão, um aumento de 23,3% em relação à safra passada, de 561,6 mil toneladas.

 Atualmente, o estado está na segunda safra, que tem menor impacto no resultado da produção que a primeira em razão das condições climáticas do período, e é cultivada predominantemente na alta paulista, especialmente nas regiões de Tupã e Herculândia.

Cargando...