Exportação de laranja tem leve queda pela segunda safra seguida

Ainda assim, a receita aumentou 9% na comparação com a temporada anterior

Por |
Previsão do setor é de retomada na safra 2022/2023. (foto - Getty Image)

Previsão do setor é de retomada na safra 2022/2023. (foto - Getty Image)

15deJulhode2022ás09:53

O Cepea concluiu que as exportações de suco de laranja em equivalente concentrado encerraram a temporada 2021/22 com leve queda de 3% em relação à anterior.

Entre julho de 2021 e junho de 2022, os embarques para todos os destinos somaram pouco mais de um milhão de toneladas, de acordo com dados da Secex.

Já a receita totalizou US$ 1,68 bilhão, avanço de 9% na mesma comparação. Esta é a segunda safra consecutiva em que os embarques fecham com leve queda no volume.

Segundo os pesquisadores, uma das justificativas para esse menor desempenho é a baixa produção de laranjas no cinturão citrícola (estado de São Paulo e Triângulo Mineiro) nas duas últimas temporadas (2020/21 e 2021/22), que reduziu os estoques de passagem.

Já no caso da receita, o avanço esteve atrelado ao maior preço médio em dólar. A expectativa do setor para esta safra 22/23, no entanto, é de crescimento na produção de laranja.

Preço no ano

A média de preços da laranja por caixa de 40,8 kg em julho, R$ 29,59, está próxima à registrada no início do ano, R$ 29,08, com acréscimo de apenas 1,7%. Contudo, ao longo do primeiro semestre, o preço chegou a cair cerca de 10% em maio aos R$ 27.

Temas en esta nota

Cargando...