Acordo Mercosul e Singapura gerará R$ 28 bi ao Brasil

Valor deve ser atingido até 2041, segundo Ministério da Economia

Por |
Acordo foi celebrado durante encontro de presidentes do Mercosul no Paraguai. Crédito: Ministério de Relações Exteriores/Agência Brasil.

Acordo foi celebrado durante encontro de presidentes do Mercosul no Paraguai. Crédito: Ministério de Relações Exteriores/Agência Brasil.

21deJulhode2022ás11:02

O Ministério da Economia prevê um incremento de R$ 28,1 bilhões, até 2041, no Produto Interno Bruto nacional após assinatura, ontem (dia 20), do acordo de livre comércio entre países do Mercosul e Singapura.

Segundo a pasta, a medida deverá resultar em aumento de R$ 21,2 bilhões nas exportações brasileiras para Singapura e de R$ 27,9 bilhões nas importações nos próximos 20 anos.

Ainda de acordo com cálculos do ministério, os investimentos no Brasil aumentariam em R$ 11,1 bilhões no mesmo período. 

O acordo foi celebrado durante 60ª Reunião Ordinária do Conselho do Mercado Comum e Cúpula de Presidentes do Mercosul e Estados Associados, realizado no Paraguai. 

Presente no evento, o chanceler brasileiro Carlos França destacou que, se bem aproveitadas, as tratativas têm o potencial de gerar oportunidades de negócios para o setor produtivo sul-americano.

“O acordo de livre comércio do Mercosul com Singapura é o primeiro [assinado] com um país do Sudeste Asiático, umas das áreas geográficas mais dinâmicas do mundo atualmente.”

Negociado desde 2018, o acordo com Singapura deverá aumentar em US$ 500 milhões por ano as exportações do Mercosul para o país asiático.

Em 2021, o bloco econômico exportou US$ 5,9 bilhões para a ilha e importou US$ 1,25 bilhão.

Principais entrepostos comerciais do mundo

Atualmente, o país asiático é o sexto maior destino das exportações brasileiras. Em junho, o Brasil vendeu US$ 939,36 milhões para Singapura, o equivalente a 2,88% do total exportado pelo país.

A concentração comercial ocorre porque o país, que é uma ilha, representa um dos principais entrepostos comerciais do planeta, concentrando o fluxo comercial para o Sudeste Asiático.

Em nota, o Ministério da Economia informou que o acordo representa um “processo de aproximação gradual do Brasil com o continente asiático, prioritário para a política externa e econômica do país”.

Comitiva de Singapura no Brasil

Também nesta quarta (dia 20), representantes do Sistema CNA/Senar receberam a visita de uma comitiva formada por integrantes da agência governamental Enterprise Singapore e da embaixada de Singapura no Brasil. 

O encontro foi pautado  justamente em formas de elevar a cooperação bilateral nas áreas de promoção comercial, tecnologia e no agro

“A reunião foi importante para aproximar a CNA de uma instituição chave em Singapura. A cooperação com a Enterprise Singapore  é estratégia para colocar os parceiros naquele país em contato direto com exportadores do agro brasileiro”, avaliou a assessora de promoção comercial da CNA, Camila Sande.

 

 

Cargando...