Mapa revela falsos orgânicos em São Paulo e na internet

Operação Illusio notificou feira de shopping e site especializado

Por |
Feira de orgânicos em São Paulo. Crédito da imagem: divulgação Mapa.

Feira de orgânicos em São Paulo. Crédito da imagem: divulgação Mapa.

22deJulhode2022ás15:21

Fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizam, desde a última terça (dia 19), a chamada operação Illusio, com objetivo de assegurar a qualidade de produtos orgânicos em São Paulo. 

Porém, a ação apontou irregularidades na comercialização em uma feira ou e em um site de venda on-line. Ambos tiveram os alimentos apreendidos.

Para os fiscais, o caso mais emblemático envolveu a feira orgânica, recém-implantada por um shopping, em uma importante avenida de São Paulo.

Curiosamente, nenhum dos produtos frescos tinha certificação, apesar de as bancas de venda e os painéis eletrônicos do shopping anunciarem a iniciativa como “feira orgânica”.

Em alguns casos, os feirantes não souberam sequer informar a procedência de produtos.

Segundo o Mapa, a certificação de procedência orgânica é importante porque comprova a qualidade para o consumidor, já que visualmente não é possível distinguir os alimentos dos não orgânicos.

O auditor Danilo Kamimura, chefe da Divisão de Defesa Agropecuária (DDA) da Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA-SP), explica que, neste sentido, a fiscalização é importante também para orientações.

Segundo ele, uma confusão comum entre produtores iniciantes e consumidores é considerar que orgânico significa apenas a ausência de agrotóxicos. “Esse é apenas um dos pontos. O uso do fertilizante adequado, as condições de trabalho na produção, a responsabilidade social e ambiental, os cuidados no transporte e armazenamento, entre outros itens, também são considerados na certificação”.

Na mesma feira, foram apreendidas garrafas de vinho sem rótulo. A falta de informações sobre o fabricante, os ingredientes, data de validade e outros dados exigidos pela legislação brasileira representa risco para o consumidor.

Tanto os responsáveis pela feira quanto o shopping center foram autuados e terão dez dias corridos para apresentar sua defesa. 

Vendas pela internet

Na terça (19), uma empresa que comercializa produtos orgânicos e convencionais pela internet foi fiscalizada pela equipe do Mapa na capital. Foi apurada uma possível irregularidade no rótulo de um produto industrializado, indicando que teria sido fabricado com ingredientes orgânicos, o que não pode ser comprovado pela direção da empresa.

Após averiguar os sistemas de controle, estoques, rastreabilidade e documentação, a fiscalização emitiu o auto de infração e apreendeu 57 potes do produto. A destinação do alimento deverá ser solicitada e autorizada pelo Mapa.

Ainda como parte da operação Ilusio, foram fiscalizadas três Organizações de Controle Social (OCS) em Peruíbe, Cajati e Itanhaém. O controle social da produção orgânica é uma alternativa para pequenos produtores que não têm interesse ou condições de contratar uma certificadora.

A iniciativa consiste em reunir um grupo de agricultores familiares que se organiza para praticar a avaliação da conformidade orgânica.

Nelas, além das fiscalizações, foram realizadas atividades educativas com grupo de interessados em organizar novas OCS.

Cargando...