Embrapa: manejo do solo reduz emissões de CO2

Sistema de plantio direto aumenta estoque de carbono no solo

Por |
Sistema plantio direto reduz formação de gases de efeito estufa (GEEs) por reter CO2 no solo. (Crédito: Embrapa)

Sistema plantio direto reduz formação de gases de efeito estufa (GEEs) por reter CO2 no solo. (Crédito: Embrapa)

26deJulhode2022ás11:44

Estudo da Embrapa recém publicado revela que o uso de práticas agrícolas sustentáveis, como o sistema de plantio direto (SPD), aumenta o estoque de carbono do solo (ECS) em áreas irrigadas e, consequentemente, reduz a liberação do gás na atmosfera. 

A pesquisa, realizada em Itaí, interior de São Paulo, comparou atributos físicos de amostras de solos de duas bacias com fluxo de água a partir das nascentes. 

A conclusão é que o uso do SPD é essencial para mitigar a formação de gases do efeito estufa (GEES) por permitir maior retenção do CO2 no solo. 

Durante a pesquisa, as áreas avaliadas alcançaram Índice de Qualidade Participativo do Plantio Direto (IQP), metodologia que avalia a qualidade desse sistema produtivo - e condições físico-hídricas similares. 

Já nas partes onde o manejo foi mais bem feito, houve maior retenção de água e cerca de 50% menos dispersão de argila. 

“O aumento da demanda por alimentos, associado à escassez de áreas para expansão da agricultura, torna cada vez mais necessária a realização de estudos relacionados à conservação do solo e à redução do carbono atmosférico,” destaca a pesquisadora Heloisa Filizola.   

Além dela, o estudo foi conduzido pelos também pesquisadores Alfredo Luiz, Aline Maia e Luís Carlos Hernani.  

Maior reservatório

O solo é apontado pela comunidade científica como maior reservatório de carbono, sendo que sua capacidade de sequestro depende de fatores como a cobertura vegetal e práticas de manejo.  

Além disso, segundo Heloisa, os estoques de carbono no solo são indicadores-chave na prestação de serviços ambientais promovidos por boas práticas agrícolas, servindo, portanto, como avaliadores de sustentabilidade e eficiência das medidas adotadas. 

De acordo com o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), o solo armazena aproximadamente quatro vezes mais carbono que a biomassa vegetal e três vezes mais que a atmosfera. 

Outro ponto é que, entre as várias soluções para mitigar as mudanças climáticas, o sequestro de carbono em agroecossistemas, especialmente em solos agrícolas, permite compensar as emissões antrópicas, beneficiando a produtividade e mitigando o aumento da temperatura. 

O que é o Sistema de Plantio Direto? 

A Embrapa avalia que o SPD é a “ferramenta mais eficaz e conservacionista da agricultura moderna para a exploração sustentável de sistemas de produção agropecuários”. 

Na prática, o sistema consiste na diversificação de espécies, via rotação e consorciação de culturas, com ausência ou mínimo revolvimento do solo e cobertura do solo com palhada. 

Diferentemente de outros sistemas de manejo, no SPD preconiza-se do contínuo semear ou plantar, sem o preparo prévio do solo, safra após safra, por tempo indeterminado.

Cargando...