Gigante chinesa vence leilão por terminal do Porto de Santos

Proposta prevê investimentos de R$ 765 milhões, além do lance e de aluguel mensal variável

Por
Gigante chinesa vence leilão por terminal do Porto de Santos
31deMarçode2022ás14:37

A gigante chinesa Cofco International arrendou com oferta única de R$ 10 milhões o terminal STS11 no Porto de Santos e deverá fazer investimentos de R$ 765 milhões em melhorias estruturais, além de pagar por arrendamento fico mensal variável.

O leilão foi realizado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) e o Ministério da Infraestrutura, ontem, e incluiu também o terminal SUA07, no Porto de Suape (PE). As sessões públicas aconteceram na sede da B3, em São Paulo.   

A Cofco International Brasil dedicará o terminal à movimentação de granéis sólidos e vegetais, especialmente açúcar, grãos de soja, milho e farelo de soja. Segundo a emrpesa, espera-se que as operações na STS11 comecem em 2025 e atinjam a plenitude em 2026.

Entre as melhorias previstas estão o cercamento do terminal; aquisição e instalação de ramais ferroviários internos; construção de novos silos com capacidade estática total mínima de 306 mil toneladas; e construção de um novo armazém graneleiro com capacidade estática mínima de 94 mil toneladas.

O STS11 ocupa uma área de 98.159 metros quadrados. O valor da receita bruta global do contrato ultrapassará R$ 9,9 bilhões. A movimentação total de cargas, no final do contrato, será de 269 milhões de toneladas, principalmente para comércio exterior.

A Cofco explorará o ativo por 25 anos, com possibilidade de sucessivas prorrogações até o limite máximo de 70 anos, a critério exclusivo do poder concedente.

A arrendatária pagará ainda à SPA (Santos Port Autority) R$ 3,7 milhões por mês a título de arrendamento fixo (pela exploração da área) e R$ 5,63 por tonelada movimentada referente ao arrendamento variável.

Segundo a ANTAQ, considerando a movimentação média esperada para o contrato, o potencial de receita anual arrecadada pela SPA será da ordem de R$ 100 milhões.

Inquilino

Segundo a Cofco, o terminal STS11 expandirá a capacidade portuária da empresa no Brasil para 14 milhões de toneladas anuais e apoiará os planos da empresa para aumentar as exportações do país.

“O investimento proporcionará mais opções aos agricultores e criará novas oportunidades para a COFCO International Brasil SA cooperar com parceiros da indústria local e empresas de logística”, disse a empresa em nota.

A COFCO International Brasil fornece commodities agrícolas de mais de 7.000 agricultores ao mercado global e “apoia ativamente o desenvolvimento de uma cadeia de fornecimento de soja totalmente rastreável e sustentável”. 

Porto de Suape

A área SUA07 foi arrematada pelo Consórcio SUA Granéis (Agemar Transportes, Loxus e Marlog) por R$ 15 mil. A área ocupa 72.542 metros quadrados e será destinada à movimentação de granéis minerais e carga geral, especialmente coque de petróleo e açúcar ensacado.

A arrendatária assinará um contrato de 25 anos e investirá cerca de R$ 60 milhões.

As melhorias, entre outras, serão construção de novo armazém; aquisição e instalação de equipamentos especializados em granel mineral; e aquisição e instalação de equipamentos especializados em carga geral.

O valor da receita bruta global do contrato será um pouco mais de R$ 1 bilhão. A movimentação total de cargas será de 19,2 milhões de toneladas.

Cargando...