Governo pede estudo sobre privatização da Petrobrás

Pedido será avaliado pelo Ministério de Economia e , se aceito, ainda precisará ser ratificado pelo conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI)

Por |
Governo pede estudo sobre privatização da Petrobrás
31deMaiode2022ás16:19

O Ministério de Minas e Energia (MME) formalizou, na noite de ontem (dia 30), o pedido para que Ministério da Economia autorize a inclusão da Petrobras na carteira do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), que é responsável por gerir os projetos de privatização e concessão

“A qualificação da Petrobras no PPI tem como objetivo dar início aos estudos para a proposição de ações necessárias à desestatização da Empresa, os quais serão produzidos por um comitê interministerial a ser instituído entre o Ministério de Minas e Energia e o Ministério da Economia”, diz comunicado oficial do MME.

Ainda segundo o ministério, a proposta é “oportuna devido à conjuntura energética corrente, em face da situação geopolítica mundial, das discussões sobre o ritmo da transição energética e do realinhamento global dos investimentos”.

Em texto publicado no site do MME, a pasta também diz que o processo de privatização é: “fundamental para a atração de investimentos para o País” e de extrema relevância “para a criação de um mercado plural, dinâmico e competitivo, o qual promoverá ganhos de eficiência no setor energético e uma vigorosa geração de empregos para os brasileiros”.

Possível privatização da Petrobrá tem maio "tumultuado" 

O pedido do MME para incluir a Petrobrás em uma lista de estudos sobre a possibilidade de privatização é mais uma peça do “quebra cabeça” que se tornou o tema para o governo de Jair Bolsonaro.

Somente no mês de maio, houve a troca do Ministro de Minas e Energia (saiu Bento Albuquerque e entrou Adolfo Sachsida) e do presidente da Petrobrás (Caio Mário Paes de Andrade, que assumiu o cargo em 23/05) – além do aumento no preço do diesel e de notícias sobre possível desabastecimento do combustível no Brasil, no segundo semestre (cenário que o MME reconheceu monitorar). 

Vale lembrar ainda que Sachsida afirmou, logo no primeiro discurso, que pediria estudos sobre eventual privatização da Petrobras e da Pré-Sal Petróleo SA e que no último dia 27, o presidente brasileiro assinou um decreto que inclui também na lista de estudos para uma possível privatização da Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA), estatal responsável por gerenciar os contratos da União para exploração do petróleo.

Após o pedido do MME para que o mesmo seja feito com a Petrobras, é preciso que conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) ratifique a recomendação e de um decreto presidencial que inclua Petrobras no programa.

Cargando...