Cotação do trigo segue em alta por fatores externos

Conflito entre Rússia e Ucrânia e menor área na Argentina sustentam recordes de preço

Por |
Cotação do trigo segue em alta por fatores externos
14deJunhode2022ás11:43

Os preços do trigo seguem em alta no mercado internacional e no Brasil, ainda influenciadas pelo conflito entre a Rússia e a Ucrânia. Por isso, as cotações do cereal no Brasil abriram a semana mantendo patamares recordes, a R$ 2.166,88, ontem (dia 13).

Os países beligerantes não realizaram o acordo para a exportação de grãos pelo Mar Negro, apesar do anúncio na semana passada de que o entendimento estaria próximo e os portos prontos para escoar a produção.

Oferta mundial

Segundo pesquisadores do Cepea, o movimento de alta nos valores externos do trigo também foi reforçado por dados divulgados pelo USDA, apontando menor oferta mundial na safra 2022/23.  

Na Argentina, maior fornecedora de trigo do Brasil, a Bolsa de Cereales indicou nova redução na área semeada com o cereal. Quanto ao Brasil, apesar de estimativas apontarem safra recorde nacional neste ano, os preços seguiram em alta, acompanhando as valorizações externa e do dólar e também devido à baixa disponibilidade atual. 

 

Cargando...