Índice de preços do agro avança 0,6% em maio puxado por grãos

Cotações do algodão em pluma e do trigo renovaram as máximas históricas

Por |
Índice de preços do agro avança 0,6% em maio puxado por grãos
23deJunhode2022ás09:14

O Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários (IPPA), do Cepea/Usp, avançou 0,6% em maio, em termos nominais, na comparação com abril.

O resultado, divulgado hoje (dia 23), está atrelado ao aumento de 2,6% no IPPA-Grãos, único grupo que apresentou alta no período.

A valorização especialmente do algodão em pluma, trigo em grão e soja justifica a elevação do indicador em maio, de acordo com o Cepea.  

Segundo pesquisadores, os preços médios mensais do algodão em pluma e do trigo em grão renovaram as máximas das respectivas séries históricas do Cepea, também em termos nominais.

A baixa oferta doméstica e o cenário internacional incerto, por conta da guerra, influenciaram a alta do preço do trigo, pela análise do Cepea.

Já no caso da soja, a valorização do dólar frente ao Real estimulou os aumentos, tendo em vista que atraiu importadores ao Brasil.

Ainda assim, o movimento altista só não foi maior devido ao início da colheita 2021/22.

Demais grupos fecharam em queda

Os demais grupos que compões o IPPA registraram quedas em maio. O relatório aponta redução de 0,4% para o IPPA-Cana-Café; de 1% para o IPPA-Pecuária; e de fortes 8,5% para o IPPA-Hortifrutícolas, por conta de uma queda generalizada.

No grupo, os destaques foram os recuos expressivos do tomate e da batata, pressionados pela intensificação das safras.

O Cepea lembra que, na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos Industriais, calculado e divulgado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,5%. Ou seja, de abril para maio, os preços agropecuários avançaram frente aos industriais da economia.

Cargando...