Cotação do trigo sobe no exterior, mas cai no Brasil

Desvalorização do dólar favoreceu importações

Por |
Lavoura de trigo no Cerrado brasileiro. (foto - Daniel Azevedo Duarte)

Lavoura de trigo no Cerrado brasileiro. (foto - Daniel Azevedo Duarte)

02deAgostode2022ás16:23

As cotações do trigo recuaram no mercado brasileiro na última semana, principalmente no mercado de lotes, enquanto os preços internacionais subiram.

Segundo pesquisadores do Cepea, no cenário externo, os preços do trigo avançaram devido à elevada demanda global, à piora da qualidade das lavouras dos Estados Unidos e a incertezas quanto às exportações de grãos da Ucrânia pelo Mar Negro.

No Brasil, a forte desvalorização do dólar na última semana pressionou as cotações, visto que favorece a importação do cereal. Entre 22 e 29 de julho, o dólar cedeu expressivos 5,87%, fechando a R$ 5,178 na sexta-feira, 29.

Mercado de lotes

Levantamento do Cepea mostra que, entre 22 e 29 de julho, as cotações no mercado de lotes (negociações entre empresas) recuaram 3,33% no Paraná, 1,24% no Rio Grande do Sul, 0,94% em São Paulo e 0,39% em Santa Catarina.

No mercado de balcão, porém, os valores ao produtor aumentaram 2,51% em Santa Catarina e 0,76% no Paraná, mas recuaram 1,19% no Rio Grande do Sul.

Quanto à comercialização, a baixa disponibilidade de trigo e o fato de moinhos estarem abastecidos no Brasil devem manter os negócios pontuais até a entrada da nova safra.

Temas en esta nota

Cargando...