Terra Brasil liberou crédito de R$ 58,9 milhões em 2022

Maioria dos beneficiados encontra-se no Nordeste, segundo o Mapa

Por |
Crédito é do Fundo de Terras e da Reforma Agrária. (Foto: Mapa)

Crédito é do Fundo de Terras e da Reforma Agrária. (Foto: Mapa)

03deAgostode2022ás14:58

Balanço divulgado nesta quarta (dia 03) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aponta a liberação de R$ 58,9 milhões em recursos, somente no primeiro semestre de 2022, para o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). 

De acordo como Governo, no período, o Departamento de Gestão do Crédito Fundiário (Decred), da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, analisou 529 operações, das quais 62,4% destinadas aos agricultores do Nordeste.

O levantamento revela que outras 14,4% foram no Sul; 13,4% no Sudeste e 9,6% no Centro-Oeste.

A previsão é que o programa beneficie mais de 400 agricultores no acesso à terra até dezembro.

Reforma agrária

O Terra Brasil é um programa do Governo que permite a compra de um imóvel rural por agricultores sem acesso à terra, sendo também complementar às ações da reforma agrária.

Desta forma, o crédito é oferecido por financiamentos, cujos recursos são oriundos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária, e dos investimentos básicos e integrado pelo Subprograma de Combate à Pobreza Rural.

Além da terra, os recursos financiados podem ser utilizados na estruturação da propriedade e na contratação de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

A quem se destina?

Podem participar do Terra Brasil trabalhadores rurais não-proprietários, preferencialmente assalariados, parceiros, posseiros e arrendatários que comprovem, no mínimo, cinco anos de experiência na atividade rural.

Todo o procedimento para a contratação se dá por meio de parcerias entre os governos federal, estadual e municipal.

Interessado em mais informações sobre o acesso ao programa, podem entrar em contato com o Departamento de Gestão de Crédito Fundiário (Decred/ SAF) pelo e-mail  terra.brasil@agro.gov.br ou pelo telefone (61) 3276-4104.

 

Cargando...