Preço do algodão em queda com mais pluma prevista nesta safra

Cotação recua para níveis de novembro de 2021

Por |
Produção de pluma deve ser maior nesta safra. (foto - Getty Image)

Produção de pluma deve ser maior nesta safra. (foto - Getty Image)

13deJulhode2022ás11:12

O preço do algodão em pluma está em queda no mercado brasileiro há algumas semanas e operava a R$ 6,09/libra-peso, ontem (dia 12), valor 10,6% menor do que a média registrada em janeiro deste ano.  

Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão sobre os valores vem sobretudo das desvalorizações externas do produto, já que, no Brasil, a disponibilidade não é expressiva e boa parte dos lotes tem sido destinada ao cumprimento de contratos.

Assim, os atuais preços domésticos da pluma são os menores desde novembro de 2021 e já operam abaixo da paridade da exportação. Ressalta-se que negociar a pluma no mercado brasileiro vinha sendo mais vantajoso do que exportar desde também novembro do ano passado.

Safra de algodão

A Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão) divulgou, no início de julho, uma revisão sobre a colheita da safra 2021/22 de que 6,9% da área total de algodão já foi colhida.

Além disso, previsão de crescimento do volume ficará abaixo das estimativas iniciais, devido às intempéries climáticas que atingiram as regiões produtoras de maneira diferenciada, com chuvas excessivas ou seca.

Ainda segundo a Abrapa, a projeção é colher 2,609 mil toneladas de algodão, na safra 21/22, ante as estimativas iniciais de 2,8 milhões de toneladas. Apesar da revisão negativa, o volume de pluma projetado para a colheita 2021/2022 é 10,8% maior do que as 2,36 milhões de toneladas colhidas na safra passada.

Preços Mínimos

Inclusive os preços mínimos do algodão foram atualizados. O aumento da pluma foi de 45,82%, passando para R$ 1,20/LP. O novo valor foi publicado nesta quarta-feira, 6, na portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), nº 452 no Diário Oficial da União (DOU).

Os novos valores valem para a safra 2022\2023 e são fixados pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Custos variáveis de produção, além de outras condições de mercado impulsionaram os novos valores. No entanto, a elevação do gasto com fertilizante foi o que mais pesou.

Para o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato, o preço do algodão está muito acima, mas a atualização é importante porque baliza os programas governamentais que o cotonicultor pode necessitar no futuro.

"Nosso agradecimento à ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina e ao atual ministro Marcos Montes por entenderem a necessidade de atualização", ressaltou Busato.

A Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) é uma ferramenta para diminuir oscilações na renda dos produtores rurais e assegurar uma remuneração mínima, atuando como balizadora da oferta de alimentos, incentivando ou desestimulando a produção e garantindo a regularidade do abastecimento nacional.

Temas en esta nota

Cargando...