Governo mantém tarifa de 35% para importação de alho

Produtores comemoram a decisão que "evitará concorrência desleal com a China"

Por |
Ao menos 5 mil famílias vivem da produção de alho no Brasil, segundo associação. Crédito da imagem: Freepik,

Ao menos 5 mil famílias vivem da produção de alho no Brasil, segundo associação. Crédito da imagem: Freepik,

18deJulhode2022ás10:24

O Comitê de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Gecex) decidiu manter o alho na lista de execução da tarifa externa comum do Mercosul (Letec), após reunião realizada na última sexta-feira (dia 15). 

A decisão assegura a taxa de imposto de importação em 35% e suspende a possibilidade de uma redução na alíquota para 14%. Para produtores e representantes do setor a medida colocaria em risco o sustento da cadeia nacional.

“Foi uma decisão mais que acertada. E além de manter o imposto de importação em 35% evitamos prejuízos para produtores e trabalhadores do setor em possíveis disputas comerciais com outros países”, avaliou o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR).

A FPA, depois de ouvir o setor, articulou a manutenção do alho na Letec. A entidade considerou que a redução enfraqueceria os produtores brasileiros, especialmente na concorrência com produtos importados da China.

Para Souza, a produção de alho no Brasil está estruturada e em crescimento.  “É um custo de produção que chega a R$ 220 mil por hectare. Multiplica isso e veja o tamanho do volume de recursos que circula em uma cidade, em uma família”, concluiu.

Defender a produção nacional 

O presidente da Associação Nacional dos Produtores de Alho (Anapa), Rafael Corsino, agradeceu o apoio político da FPA e garantiu que a medida foi em prol de “defender a produção nacional”.

Ele argumentou ainda que a participação do alho na inflação é “ínfima” e que  “representa apenas 0,1% na composição do (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) IPCA”, motivo pelo qual a redução não se justifica.

“Também por tudo que a cadeia do alho proporciona para o país seria injusta a nossa saída da Letec. No Brasil, são 40 mil estabelecimentos que cultivam alho, sendo 87% agricultores familiares e 5 mil famílias que vivem dessa produção. Além disso, nos últimos cinco anos, foram criados mais de 220 mil postos de trabalho diretos e indiretos”, completou.

Cargando...