Governo de SP mais que triplicou verba para o agro em um ano

Orçamento da Secretaria de Agricultura e Abastecimento saltou de R$ 600 milhões para R$ 2,1 bilhões

Por |
Governo de SP mais que triplicou verba para o agro em um ano
01deJunhode2022ás17:21

Balanço orçamentário divulgado hoje (dia 1º) pela Secretaria de Agricultura e Abastecimentodo (SAA) Estado de São Paulo revela que a pasta recebeu do Governo estadual um valor 3,5 vezes maior, na comparação de 2020/2021 e 2021/2022. 

Desta forma, o orçamento saltou de R$ 600 milhões para R$ 2,1 bilhões o que, de acordo com o Francisco Matturro, atual secretário, ajuda a construir um agro paulista cada vez mais “forte, sustentável e inovador.”

“Em 01 de junho de 2021, o então secretário Itamar Borges e eu, como secretário-executivo, assumimos a Secretaria de Agricultura e com base no diálogo e trabalho estamos conseguindo conquistas importantes para as unidades da Pasta, para os produtores rurais paulistas e para todo o setor dos agronegócios”, afirmou Matturro.

A maior liberação de recursos por parte do Governo do Estado de São Paulo permitiu, segundo o secretário, ampliar a estrutura das unidades de pesquisa, extensão, defesa agropecuária e abastecimento da Pasta, além de auxiliar em ações importantes como a recuperação de estradas rurais e compra de máquinas e  implementos para os municípios. 

Foco na tecnologia

A Secretaria revelou investimentos de R$ 102 milhões nos seis Institutos e 11 Polos Regionais de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), com o objetivo de incentivar o desenvolvimento tecnológico no agro.

“Quando o Itamar e eu assumimos a Secretaria fomos ouvir o setor produtivo e uma das primeiras demandas foi a necessidade de investimentos nas nossas instituições de pesquisa. Levamos isso para o então governador João Doria e o seu vice-governador Rodrigo Garcia e eles prontamente nos atenderam. Investir em pesquisa significa carimbar o nosso passaporte para o futuro”, dest Matturro. 

Melhorias no crédito para o produtor rural

Para os produtores rurais, neste último ano, a Secretaria de Agricultura disponibilizou R$ 400 milhões em crédito emergencial e seguro rural, pelo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP), para os impactados pelas adversidades climáticas de 2021, como estiagem e geadas.

O Governo do Estado de São Paulo também aprovou a Lei dos Produtos Artesanais. “Essa lei possibilita que os produtores de queijo, mel e charcutaria (embutidos) saiam da clandestinidade e disponibilizem produtos de alta qualidade para nossa população. Muitos desses produtos foram premiados no exterior, mas o produtor precisava escondê-los por conta de uma legislação atrasada”, comemora Matturro.

Outros exemplos citados são o programa Melhor Caminho, que está recuperando 5 mil kms de estradas rurais em todo o Estado de São Paulo; e o programa Rotas Rurais, que em parceria com os municípios e a Google colocará no mapa mais de dois milhões de paulistas até então sem comprovação de endereço.

Cargando...