Cooperativa investe R$ 275 milhões em fábrica de proteína de insetos

Unidade produzirá até 11 mil toneladas do produto ao ano para ração animal

Por |
04deJulhode2022ás15:39

A cooperativa dinamarquesa DLG investiu R$ 275 milhões para ser acionista majoritária da Enorm Biofactory, projeto que prevê a maior fábrica de proteína de insetos da Escandinávia até 2023.

A  indústria de insetos visa trazer novas fontes alternativas de proteína ao mercado de ração animal para produção de peixes, aves, suínos e gado de leite e de corte.

Além do investimento da DLG, o Danish Green Investment Fund e o Nykredit Bank também financiam a iniciativa. Para Carsten Lind Pedersen, fundador e co-proprietário da Enorm Biofactory, o acordo é uma grande conquista para a empresa.

"Estamos muito orgulhosos do que alcançamos até agora. Com este investimento, estamos prontos para o próximo passo e entusiasmados em receber novos parceiros para fazer parte de nossa jornada", diz Carsten Lind Pedersen.

A unidade está programada para ser concluída no início de 2023 em uma área de, aproximadamente, 24.000m2, dos quais 18.000 m2 são recém-construídos. No total, a planta deverá fornecer 11.000 toneladas de proteína de insetos por ano ao mercado.

Planta piloto

A Enorm Biofactory construiu uma planta piloto na Jutlândiae em 2019 e, desde então, vem demonstrando e aperfeiçoando tecnologias na produção de insetos em escala.

"Juntamente com nossos parceiros, criamos uma planta piloto que foi crucial para darmos o próximo passo. Juntos, concretizamos um sonho com fortes sinergias que serão muito benéficas para todos nós ", diz Carsten Lind Pedersen

Além de Carsten Lind Pedersen, a Enorm Biofactory foi fundada por Jane Lind Sam e Lasse Hinrichsen.

Atualmente, a unidade-piloto tem 12 colaboradores em tempo integral e 4 colaboradores em tempo. Espera-se que esse número chegará a 55-60 com o início das operações.

Proteínas alternativas

Durante os últimos anos, o Grupo DLG investiu fortemente em fontes alternativas de proteína, incluindo uma fábrica de ervilhas na Alemanha e uma produção de proteínas de gramíneas na Jutlândia Ocidental.

O investimento na Enorm Biofactory é mais uma forma de produzir e aumentar a procura de fontes alternativas de proteína, um mercado em crescimento globalmente.

O COO do grupo em DLG Jesper Pagh vê a Enorm como um parceiro natural na busca por proteínas alternativas produzidas localmente. O uso de insetos na nutrição de animais é legal na Dinamarca desde 2017 para peixes e de 2021 para suínos e aves.

“As fontes alternativas de proteína são uma das chaves para uma produção agrícola mais sustentável. Com o investimento no Enorm, nos juntamos a um parceiro local inovador que produz proteínas de alta qualidade”, afirma Jesper Pagh.

Os testes sobre proteínas de insetos em rações mostraram-se promissores, especialmente na indústria pesqueira. Além disso, existe um alto potencial para proteínas de insetos na alimentação de aves e suínos.

"No momento, vemos um desenvolvimento crescente sobre as proteínas de insetos. Temos orgulho de assumir esse desafio, pois estamos convencidos de que a criação de insetos tem um enorme potencial", diz Jesper Pagh.

 

 

Cargando...